quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Esperança

É aquilo que não consegues,tocar.Puro e inexplicável.
Acreditar naquilo que é impossível e ainda assim fazê-lo.
Ser feliz sem felicidade,dar paz quando tudo está em guerra. 

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Resumo da "A Aia"

Um Rei morre em batalha deixando o seu filho para governar sendo este ainda bebé. O irmão do rei aproveita isto para tentar matar o princepe. A Aia troca o seu filho pelo princepe. Salvando o princepe a Aia é considerada uma heroína, mas acaba por se suicidar.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Cem anos da República

Nisto vou falar sobre uns catarses que vi.


01/Ultimatum- Mostra o descontentamento da População face ao ultimato inglês, e a morte de D.Carlos I com uma pintura muito extravagante.

02/Monarquia-De uma forma ironizada este cartaz diz-nos que a regeneração de Portugal só podia ser alcançada pela República e que a monarquia é como uma Santola.

03/5 de Outubro-Pessoalmente não um dos meu favoritos,mas no entanto, represente a fuga da corte real para o Brasil.

04/Igreja-Aparentemente este cartaz representa a tentativa de demolição da República por parte da Igreja durante a 1º Guerra Mundial.

05/Educação-Como o próprio nome indica fala-nos sobre a educação e como antes quatro quintos da população era analfabética.

06/Mulheres-Depois da implantação da república houve a emancipação da mulher começando a ter direito a estudos.(no entanto apenas muitos anos mais tarde é que a mulher e o homem seriam realmente "iguais")

07/Modernismo-Portugal com todo o seu conservantismo tornou se o país mais atrasado da Europa.

08/Grande Guerra-Descreve o Estúpido erro que foi a entrada de Portugal na Grande Guerra.

09/Chiado-Os que ontem foram grandes e agora não são nada.

10/Revistas-O meu favorito(apenas pela pintura:)fala sobre a revista com a finalidade da fazer "renascer Portugal".


                                                                                                         João Ranginha

domingo, 12 de dezembro de 2010

?_?

Abro os meus olhos. Sinto algo.Estou a flutuar no espaço e sinto uma estranha energia há minha volta.E não consigo tirar os meus olhos dela.
De lá aparece uma espécie de buraco negro sugando os meus pensamento, todas as minha emoções, mas há uma... 

!_! Acordo.E, por ironia estou numa aula de física e química. A mesma energia estranha,muito calmante, como pura felicidade. Estava mesmo ao meu lado, e eu nem sabia.

João Ranginha

sábado, 11 de dezembro de 2010

Viver

Viver o passado no presente, todos nos fazemos.
Viver presente no futuro, todos nos queremos.
No entanto muitos podem existir, mas poucos conseguem viver.